• Mia fez esta doll
    Adotável
    Base por Beeyu

  • Spectra fez esta doll
    Adotável
    Base por Jubs

  • Mia fez esta doll
    Não adotável
    Base por Mia

  • Mia fez esta doll
    Adotável
    Base por Mia

Quer ajudar o site a continuar no ar? Contribua com uma doação - qualquer valor ajuda e nós agradecemos muito!

Posts da tag “livros”

Resenha: O Caso dos Dez Negrinhos

Olá, povo! Como vão?!

Eu já falei tanto de Agatha Christie, mas nunca fiz uma resenha realmente dela. Hoje é o dia! Na realidade, o livro foi tão publicado que existem muitas edições diferentes dele. Peguei a mais nova, a qual mudou o nome de “O Caso dos Dez Negrinhos” para “E Não Sobrou Nenhum”, sendo fiel ao seu nome em inglês.

E Não Sobrou Nenhum
Agatha Christie (And Then There Were None)
Literatura estrangeira, Mistério, Suspense
Autora: Agatha Christie
Editora: Globo
Sinopse: Dez pessoas diferentes recebem um mesmo convite para passar um fim de semana na remota Ilha do Soldado. Na primeira noite, após o jantar, elas ouvem uma voz acusando cada uma de um crime oculto cometido no passado. Mortes inexplicáveis e inescapáveis então se sucedem. E a cada convidado eliminado, também desaparece um dos soldadinhos que enfeitam a mesa de jantar. Quem poderia saber dos dez crimes distintos? Quem se arvoraria em seu juiz e carrasco? Como escapar da próxima execução?

E o livro é…

O livro é para quem realmente gosta de algo que prenda atenção, apesar de ser meio sinistro e conter muitos assassinatos, os mais inesperados possíveis, os que nos deixam mais intrigados, deixam nossa respiração presa e… Enfim, é um livro diferente, que só a diva da Agatha, denominada a “Rainha do Crime”, pode fazer! :)
A história do livro começa com dez pessoas sendo convidadas para ir à ilha do Sr. Owen – alguém que não se lembram de imediato, mas imaginam que sejam um amigo antigo, um companheiro do exército. O importante é que foram convidados e tem o hotel e comida de graça. (Quem recusaria?)
Ao chegarem à ilha, não encontram o Sr. Owen, e sim dois de seus criados, que apenas receberam ordens. A primeira noite é a mais tensa até agora, onde os criados são ordenados a colocarem um disco; quando os convidados ouvem, se arrepiam; os assassinatos que cometeram, por mais profundamente que estavam escondidos, estavam sendo ouvidos. Além disso, em cada quarto, há uma poesia infantil sobre dez negrinhos. O que acontece com cada negrinho, dá um sinal do que pode acontecer com cada morador da casa; morrer.
Então, começa uma tensão e desconfiança imensa de cada convidado na casa; eles não podem ir embora, o barco que os levou desapareceu; não há avião. Apenas uma casa cheia de pessoas morrendo de medo, desconfiadas e começando a ficar loucas – sim, é tenso, mas é legal!! =D
O livro se desenrola nisso. Obviamente, o culpado é quem menos esperamos, mostrando o poder da “Rainha do Crime”.
Não se assustem! rsrs (brincadeirinha :B)

Agatha Christie tem muitos (muitos mesmo) livros publicados, alguns mais famosos e clássicos como Assassinato no Expresso Oriente e Os Cinco Porquinhos.

Bem, povo, é isso! Até semana que vem ;)

Para sugerir outros temas para a tag Resenha, vai lá na comunidade do Dolls no Orkut!

Resenha: O Herói Perdido

Oi, povo! Tudo bem?
Desculpem pelo atraso! Foi o mesmo motivo da outra vez, muita lição, estou quase pirando ‘-‘ (é a vida).

Esse livro que vou postar hoje só estará disponível em português nas livrarias dia 20 desse mês. Como uma fã nada desesperada de livros do Rick Riordan e ansiosa pela nova série no mundo de Percy Jackson, comprei o livro em inglês e li :B (ps: nos EUA, saiu dia 12 de Outubro. Fala sério, né?)
Para quem é como eu, ou para quem está simplesmente lendo essa resenha, aqui vai uma breve introdução ao primeiro livro da série Os Heróis do Olimpo (ps²: se você está lendo a série do Percy Jackson, talvez não queira ler somente a sinopse… Pode ler o resto :D)

O Herói Perdido
O Herói Perdido (The Lost Hero)
Literatura estrangeira, Ficção, Aventura, Mitologia grega e romana
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Sinopse: Depois de salvar o Olimpo do maligno titã Cronos, Percy Jackson e seus amigos trabalharam duro para reconstruir seu mais querido refúgio, o Acampamento Meio-Sangue. É lá que a próxima geração de semideuses terá de se preparar para enfrentar uma nova e aterrorizante profecia. Uma mensagem que pode se referir a qualquer um deles: “Sete meios-sangues responderão ao chamado. Em tempestade ou fogo, o mundo terá acabado. Um juramento a manter com um alento final, E inimigos com armas às Portas da Morte afinal.” Os campistas seguirão firmes na inevitável jornada, mas, para sobreviver, precisarão contar com a ajuda de alguns heróis, digamos, um pouco mais experientes — semideuses dos quais todos já ouvimos falar… e muito.

E o livro é…

O que mais poderíamos esperar de Rick Riordan? Simplesmente um livro eletrizante (literalmente), cheio de fantasia, aventura e humor.
Todos pensam: “Com certeza vai ser uma espécie de Percy Jackson & Os Olimpianos 2. Praticamente tudo igual”. Péééé, pensamento errado. Os Heróis do Olimpo com certeza é uma série que promete muito. As mais inusitadas situações e personagens completamente novas. O enfoque do livro será para três novas personagens: Jason, Piper e Leo – que não nos decepcionam. Você reencontrará alguns amigos do Percy e o Acampamento Meio-Sangue.
Agora, um pouco sobre as personagens:
Jason acorda em um ônibus, de mãos dada com uma menina. Ao seu lado, um menino, que ele não se lembra de quem são. Quando ele pensa, encontra o vazio. Imagine, acordar de repente e não se lembrar quem é, de onde veio, e nem o que está fazendo ali. Ele tem um jeito sério e segue muito seus instintos, já que não sabe de nada mesmo.
Piper é uma menina bonita e que tem um segredo relativo a um sonho que teve na noite passada. Simplesmente odeia meninas frescas, já que elas vivem tirando sarro de sua cara por ser descendente de uma tribo. Fica super chateada quando vê que Jason não se lembra de quem ela é. Apesar de tudo, tem uma forte voz e é corajosa.
Leo é um menino que parece um duende latino de Papai Noel. Não consegue ficar parado um minuto, e sempre tem algo em suas mãos. Adora construir coisas e é muito inteligente, apesar de fazer muitas piadas ruins.
Os três se encontram em uma escola para crianças-problema. Porém, tudo muda quando…
Bem, para descobrir, leia =D (MUAHAHAHA).
A história segue um novo ritmo e te deixa numa situação de não querer deixar o livro. Sabe quando você diz: “Vou terminar o capítulo e parar por enquanto”? Isso não funciona com Rick Riordan. Ao ler a última frase, você sabe que não pode parar de ler.
Novos deuses, novas personagens, nova situação, novos conflitos.
Ah, e como diz o nome do livro, um herói perdido. O que será, hein…?
Divirta-se muito no mundo de Percy Jackson e, quem sabe, algo mais.

Os Heróis do Olimpo é uma série de 5 livros. O segundo, “Son of Neptune“, sai em Outubro. Nos EUA :'( Mas sai!! \o/

Beijos, pessoas! Até mais ;)

Para sugerir outros temas para a tag Resenha, vai lá na comunidade do Dolls no Orkut!

Resenha: Ela Foi Até o Fim

Olá! Tudo bem, pessoal?

Hoje, a diva Meg Cabot!

Ela Foi Até o Fim
Ela Foi Até o Fim (She Went All The Way)
Literatura estrangeira, Romance, Comédia
Autora: Meg Cabot
Editora: Galera
Sinopse: Lou Calabrese é uma roteirista de sucesso – já escreveu vários roteiros de ação que renderam milhões de bilheteria e até ganhou um Oscar! O problema é que seu namorado, o grande astro do filme, resolveu trocá-la pela estrela principal – e agora Lou terá que provar que conseguirá passar por tudo para esquecê-lo e, no caminho, talvez até encontre o verdadeiro amor.

E o livro é…

Surpreendente. Ele é tão rico, tão bem escrito, que você se sente dentro dele. Você quase consegue ver as cenas de aventura que acontecem nele, de tão adrenalistico que ele é. Simplesmente perfeito. É impossível não se encantar com Lou e Jack. E também há o mistério, afinal, quem quer matar Jack Townsend? Garanto a vocês, que é alguém total e completamente inesperado. As outras tramas presentes também são muito interessantes, pois mesmo em um cenário triste, Meg Cabot consegue formar os casais mais inusitados – e mais engraçados também. É um livro que te prende desde o começo até o fim.
É um livro muito bom, eu recomendo. Viva as magias de Hollywood em “Ela Foi Até o Fim” – olha o merchan… rsrsrs

É isso, povo! Até semana que vem!

Para sugerir outros temas para a tag Resenha, vai lá na comunidade do Dolls no Orkut!

Resenha: Beijada Por Um Anjo

Olá, pessoas! Tudo bem?

E, depois de um feriado (ahhh, feriados!), aqui vai mais uma leitura pra vocês:

Beijada Por Um Anjo
Beijada Por Um Anjo (Kissed By An Angel)
Literatura estrangeira, Drama, Romance, Mistério
Autora: Elizabeth Chandler
Editora: Novo Conceito
Sinopse: Ivy sempre acreditou em anjos… Quando ela conhece Tristan, descobre que ele é o amor da sua vida. Quando ele morre, seu coração está quebrado e sua crença em anjos desaparece. E sem essa crença, ela é incapaz de sentir a presença de Tristan, quando ele retorna – como um anjo. Agora, Ivy está correndo um terrível perigo, e Tristan está lutando para salvá-la. Como ele conseguirá protegê-la se ela perdeu a fé em anjos?E se ele conseguir salvá-la, ele terá terminado sua missão aqui na terra e terá que partir para sempre a deixando para trás. Afinal, Salvar Ivy seria o mesmo que perdê-la justamente quando consegue reencontrá-la?

E o livro é…

Eu achei o livro uma graça. Bem escrito, conta com bastante mistério, faz você chorar até mesmo com certa frequência (se você for manteiga-derretida igual a mim). Entretanto, romance não é bem o ponto forte do livro (apesar do livro SER um romance), pois é uma coisa meio bobinha, pão com ovo. Com certeza você vai querer matar a Ivy em pedacinhos (pelo menos eu quis).
Mas o mistério, ah, o mistério. Ele salvou o dia mais uma vez. Por que, afinal, quem matou Tristan Carruthers? Os três livros da série rodam em torno disso, e, com certeza, a autora consegue te prender nesse detalhe (principalmente pelo fato de o primeiro e o segundo livro acabarem bem no clímax de cada um).
Lacey é a parte divertida do livro, a fantasminha camarada que segura a onda de Tristan quando ele está à passos da loucura.
Concluindo: o livro é bom e eu recomendo. Mas recomendo que compre os três de uma vez, pois não dá pra parar de ler quando o livro acaba. É torturante esperar por uma continuação xD

Beijos!

Para sugerir outros temas para a tag Resenha, vai lá na comunidade do Dolls no Orkut!

Resenha: Diário de um Banana

Olá pessoal! Tudo bem?

Hoje, algo para relaxar um pouquinho e dar umas boas risadas:

Diário de um Banana
Diário de um Banana (Diary of a Wimpy Kid)
Literatura estrangeira, Humor
Autora: Patrick Jeffrey
Editora: Vergara & Riba
Sinopse:
Não é fácil ser criança. E ninguém sabe disso melhor do que Greg Heffley, que se vê mergulhado no ensino fundamental, onde fracotes subdesenvolvidos dividem os corredores com garotos que são mais altos, mais malvados e já se barbeiam. Como Greg diz em seu diário: ” Só não espere que eu seja todo ´Querido diário´ isso, ´Querido diário´ aquilo.” Para nossa sorte, o que Greg Heffley diz que fará e o que ele realmente faz são duas coisas bem diferentes.

E o livro é…

Geralmente, quando vemos o livro, pensamos: “Olha o título. Olha a capa. Deve ser um livro meio que… Infantil”.
Só para constar: estamos extremamente enganados. Só de olhar a sinopse, já podemos ver que Greg Heffley é um garoto cheio de ideias e que, se fosse candidato à presidência, eu votaria nele.
O livro conta a vida desse garoto. Uma vida comum, para falar a verdade, a não ser pelo fato de que nunca se encontrou na humanidade uma pessoa mais azarada do que ele. Apesar de ser dar mal, Greg não se deixa abater: cria outras ideias ainda mais mirabolantes que nos fazem rir, e muito.
É um livro para se distrair e dar umas boas gargalhadas do começo ao fim.
O que me impressionou mais foi o modo de pensar e de falar de Greg. Ele fala como se fosse adulto já (por exemplo: fracotes subdesenvolvidos dividem os corredores com garotos que são mais altos, mais malvados e já se barbeiam). Apesar de toda essa inteligência, Greg costuma levantar os olhos e ignorar todas as – inúmeras – besteiras de seu ingênuo amigo Rowley. Apesar disso, os dois se dão bem, mesmo brigando bastante…
O mundo de competições adolescentes – sempre uma rixa com alguma coisa – também está presente. Tanto nas peças de teatro, como eleições à presidência, fantasias de Halloween, lá está Greg com sua ideia fantasmagórica e que geralmente não dá certo.
O mais legal do livro são os quadrinhos que ele mesmo desenha para representar o dia, alguma situação que aconteceu com ele. É muito engraçado, isso dá ainda um ar mais cômico para o texto e atribuições de Greg às pessoas ao seu redor.
Por isso, na capa, diz “Um romance em quadrinhos” – uma história baseada em figuras de desenhos muito “lindos” (COF COF) de Greg, mas que fazem sentido e nos ajudam a rir.
A história, em si, pode ser uma simples relatação (até um pouco “dãã” rsrs) de um cotidiano, mas nos cativa.

“O Diário de um Banana” faz parte de uma coleção com outras palhaçadas de Greg. No Brasil, são (por enquanto):

– Rodrick É O Cara (Rodrick Rules)
– A Gota D’água (The Last Straw)
– Dias de Cão (Dog Days)

Enfim, quem está com a rotina apertada e precisa de um livro para distração e rápido (ninguém merece ficar só nos trabalhos!), esse livro é uma pedida.

Boa semana e beijos!!

Para sugerir outros temas para a tag Resenha, vai lá na comunidade do Dolls no Orkut!